PINK DOS PÉS À CABEÇA

Esse mês, durante a cobertura do prêmio americano People’s Choice Awards, que, em tradução livre, que dizer Prêmio da Escolha do Público, fiquei encantada com a composição pink + pink de Lea Michele, que ganhou o prêmio de atriz favorita em série de comédia pela atuação em Glee. O curtinho de renda já era uma graça por si só, mas ficou jovem e moderno – prerrogativa do prêmio, aliás – com o uso da sandália na mesma cor.

Jovem e moderno. Como assim? Na década de oitenta, a gente já combinava cor de roupa com sapato e bolsa. Ou seja, isso não é nada novo. E o mais engraçado: nas duas décadas após o boom do monocromático extremo, isso foi execrado, tido como o suprassumo da… cafonice. A não ser, claro, que você estivesse de branco, bege (que ganhou o nome de nude) ou preto, cores acima de qualquer suspeita. Pois é, a Moda tem dessas brincadeiras. O que um dia era o must, depois é renegado (em alguns casos com ira e maldizeres) para, tempos depois, ressurgir. Os anos oitenta e seus hits – cores neon, balonê, calças de cintura alta, só para citar mais alguns – são talvez os que mais sofrem dessa dupla personalidade antagônica: ora do bem, ora do mal.

Toda essa história é para dizer que monocromático está de volta e pode, sim, orientar nossas escolhas para o dia e para a noite. A versão de 2012 que ecoa em 2013 surgiu forte em várias passarelas internacionais, de onde, aliás, vem o vestido de Lea Michele.

 

O estilista libanês Elie Saab foi um dos que nos libertaram dos preconceitos com o “tudo combinadinho” na temporada Primavera-verão 2012, imprimindo elegância acima de qualquer suspeita ao visual.  Na passarela, o impacto do terninho com sapato na mesma cor funciona e reforça a tendência. Mas, na vida real, eu acho que a melhor escolha é a que vemos em Lea Michele: vestido mais curto (não precisa ser tanto!) com pernas que dão a distância necessária para o rosa do vestido e o do sapato não causarem uma sensação de overdose aos olhos.  Um truque que suaviza o visual monocromático, assim como a escolha do material do vestido e o design da sandália. A renda – delicada e vazada – e as múltiplas tiras que deixam bastante os pés a mostra ajudam a dar leveza à cor e tornar a escolha, como disse no início, mais moderna e jovial. Aliás… olhem a cor das unhas de Lea!

 

E para você entrar no clima, dicas pink direto da “Semana das Bolsas” da Carmen Steffens. E, para não perder o hábito, um scarpin ou peep toe para combinar.


Compartilhar este post

Últimos Posts

#CSLOVERS

Siga nosso instagram
e descubra o fascinante mundo da CS!

Follow